segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Quem confia nesse time levanta a mão


Assim como na foto acima, equipe celeste custa para enxergar a Taça

É impressionante como o Cruzeiro escolhe o caminho mais difícil dentro das competições. No começo do ano são contratações e promessas: conquistar mais uma vez o Campeonato Brasileiro. Chega o Mineiro e percebemos que o time precisará de tempo para se organizar e que tais adversários não servem para analisarmos a qualidade real da nossa equipe.

A Libertadores chega. Bons confrontos, vitórias na raça mas derrotas tenebrosas na altitude. Perder para um adversário visivelmente melhor qualificado é perdoável.

Com a chegada do Brasileirão a equipe celeste permanece sempre nas primeiras colocações. Imprensa elogiando, jogadores confiantes. Esse ano vai!! Claro que há tropeços, dentro e principalmente fora do Mineirão.

Ai chega a reta final. Tropeços se tornam quedas. Título já não dá mais, Libertadores é obrigação mas a equipe não tem fôlego para resolver isso com tranquilidade. Todo um planejamento vai por água a baixo, já que não fazem o dever de casa. Time sem propósito, sem ambição. Jogadores apenas jogando bem diante da torcida, fazendo de jogos em outros estados uma excursão. Isso dói no bolso e no coração daquele que ama incondicionalmente seu time e que sempre irá apoiá-lo.

Perder para Goiás, Lusa, Náutico, Sport, time reserva do Inter, traz ao torcedor uma fragilidade tremenda. Se não ganhamos deles, merecemos ganhar o Brasileirão? Temos cacife para eliminar o Boca Juniors, o Velez, o San Lorenzo de uma Libertadores? A falta de foco, assim como a do fotógrafo da foto acima, desvia os olhares da equipe.

Quem confia nesse time levanta a mão...


Por Rangel Barboza

Um comentário:

Felipe disse...

Inicio de ano no brasil é sempre assim, expectativas, times se construindo no meio das competicoes, ninguem arrisca favoritos.E diferentemente dos outros anos,issu ocorreu alem do prazo.Quase no fim do ano, e a maioria das equipes nao consegue escalar seus titulares.Alguns devidos a problemas de contusao,outros por ter elencos fracos, alguns poucos, por possuirem mais de 1 jogador de qualidade em certa posicao. Mas, no final das contas o que vemos, sao icognitas.Essa ano foi marcado.Nunca houve tamanho equilibrio,é lider perdendo pra lanterna, recuperacoes milagrosas, logicas deixando de ser logicas, emfim, uma verdadeira baderna.
Se issu foi bom?! Simplesmente maravilhoso. O seu time em algum instante, teve seu momento de gloria!E issu vale muito. Grandes times surgiram,mas elenco mesmo,daqueles que se nao tiver fulano,siclano da conta do recado,poucos.
Flamenguintas,cruzeirenses,palmeirenses, nao adianta chorar, montaram um time com titulares,mas esquecerem, que para se ganhar precisar de muito mais que issu.Ao mesmo tempo tiveram uma grande aula, de como se dar bem com planos a longo prazo como o caso do sao paulo,ou com bastante sorte como o Gremio, que com pouco dinheiro e muita qualidade, montou um time de gigantes. Agora,quem vai ganhar ainda nao sei!? espero que que esse sortudo ganhe, porque a graça do futebol, esta nestas questoes, nestas surpresas.